Skip to content
06/07/2010 / Mário Bruno

“Eu não sou loira burra” diz Lady Gaga

Lady Gaga

GaGa em entrevista para Louise Gannon do DailyMail disse: “Eu não sou uma loira burra ou bobalhona. Minha carreira é a minha visão”.

Lady GaGa falando sobre o porque ela sempre foi uma estrela, a boas notas na escola, o sacrifício do amor e porque tudo isso começou uma reação.

Alguns chamam ela de louca, alguns chamam ela de gênio, alguns chamam de freak – mas seja qual for sua opinião sobre ela, Lady GaGa é, inegavelmente, um fenômeno musical. Sua canção “Poker Face”, de seu álbum de estréia The Fame, foi o single mais vendido no Reino Unido em 2009, e foi seguido por uma série de hits.

Nascida Stefani Joanne Angelina Germanotta em Nova York, filha do empreendedor de Internet, Joseph, e sua esposa Cynthia, ela se destacava na escola, mas abandonou a universidade com 18 anos. Desenvolvendo sua marca burlesca bizarra de electro-pop nos club de Nova York, ela logo assinou contrato com uma gravadora, e com 21 anos de idade começou a escrever para as Pussycat Dolls e Britney Spears.

“Era o meu jeito para o negócio”, diz ela. “Eu fiquei encantada por poder escrever para essas pessoas, mas meu objetivo sempre foi realizar em meus próprios termos”.
Seus próprios termos implicou em alguns dos acessórios loucos que refletem sua personalidade musical recém-formada.

“Nada é radical demais”, ela diz sobre o seu guarda-roupa, que incluiu itens como o casaco de Sapos Caco, um boné de lagosta e uma roupa composto unicamente de fita de cena do crime amarela, que ela criou para o atrevido vídeo Telephone. “Eu sou toda sobre a controvérsia”, diz ela. Agora com 24 anos, ela está atualmente em sua segunda turnê mundial.

“Mesmo quando era criança, eu tinha os olhos em mim como abelhas no mel.”

Eu sempre acreditei que eu era uma estrela. Eu acho que algumas pessoas já nascem assim. Ou você tem isso ou você não tem, e eu definitivamente nasci uma estrela. Então coloquei para fora. Eu tinha muito a dizer quando era criança. Eu estudei em uma escola onde as garotas eram todas altas e loiras, e eu era pequena com cabelos escuros. Não foi um problema para mim, porque confirmou a minha separação. Eu não queria me encaixar. Eu gostava disso. Eu tinha um plano desde muito jovem que eu me tornaria alguém. Eu não deixei ninguém me colocar fora desse plano. Era quase como se eu mesma tivesse feito está auto-confiança para coincidir com o que eu já sabia.

Se você está indo para ser diferente, certifique-se que você é inteligente.”

Nunca cometa o erro que você é uma loira burra ou bobalhona. Eu era um estudante nota 10 e fui para uma escola realmente de topo em Nova York, onde se espera dos filhos de pais de classe média o máximo. Eu comecei piano com a idade de quatro e passei todas as series com notas altas. Eu queria ser inteligente, porque eu queria ser capaz de controlar as coisas. Minha carreira não é sobre idéias de decisões de outra pessoa. É sobre minhas decisões, a minha visão, minhas inspirações. Eu escuto os outros, mas eu sou inteligente o suficiente para saber o que devo tomar conhecimento. Nunca subestime a importância da educação.

“Aprenda a ficar sobre seus próprios pés”.

Quando eu decidi que queria ser uma artista performativa eu sabia que esse era um caminho que eu teria que esculpir com minhas próprias mãos. Não era o que meus pais queriam, mas eles me apoiaram em meus desejos. Eu não peguei dinheiro deles. Mudei de uma casa para um minúsculo apartamento em Nova York. Tomei empregos de garçonete, trabalhando em clubes burlescas, esperando em bares, e eu movimentei meu próprio caminho para a cena de arte de Nova York. Todo o dinheiro que ganhei eu usei para pagar meu aluguel e pagar flyers, tempo no estúdio, tudo o que eu sentia que eu precisava. Foi difícil, foi emocionante e foi sem parar, e era tudo sobre minha própria jornada. Isso me deu a ética do trabalho que tenho hoje e me deu uma sensação de que havia algo de nobre em fazer tudo sozinha, sem apostilas. Se você quiser realmente algo com todas as suas forças você tem que estar preparado para se colocar através de qualquer coisa, trabalhar duro e nunca parar.

“Tudo que faço é para receber uma reação”.

O objetivo das coisas que eu faço é provocar, fazer as pessoas pensarem duas vezes. As pessoas vão me amar ou elas vão me odiar. Isso é o que eu quero. Nenhum artista deveria jamais querer ser agradável. Eu me vestido para as pessoas arregalarem os olhos, eu digo um monte de coisas para chocar e eu faço um monte de coisas para perturbar deliberadamente as pessoas, como vestir minhas roupas de baixo no meio do inverno. Isso recebe uma grande reação.

“Eu sou Lady GaGa 24 por dia, 7 dias por semana. Não tenho dia de folga.”

Você tem que viver a sua arte, assim como tudo que é sobre integridade. Você nunca vai me pegar em moletom e capuz. Mesmo na cama, eu uso minhas pérolas e saltos altos. Estou sempre à procura de mais inspiração, novas barreiras para empurrar.

“A fama não deveria nunca ser sobre o dinheiro”.

O dinheiro é completamente chato para mim. Não significa nada, exceto que alimenta a minha arte. Cada centavo que eu faço volta para a Haus de GaGa. Minha Haus of GaGa é algo como a Factory de Andy Warhol. Eu tenho um pequeno grupo de pessoas realmente criativas que compõem a Haus e eles trabalham comigo no meu palco, em minhas roupas, minhas jóias e no conceito GaGa. É a minha equipa e somos nós que temos as idéias loucas e fazemos ela acontecer. Eu faço um monte de dinheiro, mas eu não quero ter meus próprios carros, eu quero fazer de Lady GaGa a maior estrela do mundo, e isso leva um monte de trabalho e criatividade.

“Eu nunca deixei um homem vim antes da minha carreira“.

O meu maior sacrifício é o amor. Eu só estive apaixonado uma vez, e eu tive que ir embora porque eu tinha que colocar a minha carreira em primeiro lugar. Ele queria que eu ficasse em casa com ele, eu queria estar lá fora, tentando fazer do palco uma casa. Foi uma grande lição para mim, mas também uma fonte de tristeza. Deus me deu um dom com a música, mas se você tem dons você também tem pontos fracos. Minha fraqueza é de não ser capaz de fazer relações darem certo. Já namorei artistas, bateristas, guitarristas, arquitetos, mas há algo em mim que me faz parar o relacionamento antes de colocá-lo na frente do meu trabalho. Eu acho que eu sempre penso que a minha música nunca vai levantar da cama em uma manhã e me dizer que não me ama mais. Eu tenho que acreditar que a música vale a pena o sacrifício.

“As drogas podem destruir”

Eu não gosto de falar muito sobre isso, mas houve drogas na minha adolescência. O motivo de eu não gosto de falar sobre isso é que eu não quero mais ninguém fazendo isso. Eu acredito que isso poderia ter arruinado tudo. Eu era uma menina de classe média que queria se rebelar e descobrir todos os lados diferentes da vida. Foi meu pai quem me puxou de volta. Eu queria mostrar a meus pais que eu estava completamente selvagem. Meu pai pensou que eu perdi. Ele veio me ver e me disse se eu não voltasse atrás eu perderia tudo. Isso tudo me abalou, pois mesmo querendo ser rebelde, meus pais são as pessoas que eu mais respeito nesse mundo. Eu não queria perder o respeito de meu pai, então eu parei.

“Como artista eu sou escandalosa e selvagem, mas como pessoa eu tenho um código moral muito forte”

Eu nunca iria enganar um homem, eu acredito em honestidade e integridade. As pessoas mais importantes do mundo para mim são a minha família, e a única coisa que eu sinto falta quando estou em turnê é ter tempo com os meus pais e minha irmã. Eu sou Lady GaGa em particular porque eu sou uma Lady. Eu sou uma feminista, que acredita na importância da feminilidade. Não se deixe enganar pelo jeito que eu pareço, por baixo de tudo isso eu sei exatamente quem eu sou e o que são os meus limites. Eles são todos importantes para mim.

“Nunca tenha medo de pedir desculpas”

Até hoje eu me sinto culpada das coisas que eu fiz meus pais passarem quando eu era mais jovem. Vou ligar para minha mãe e dizer: ‘Mãe, eu sinto muito sobre o que eu fiz.’ Eles têm muito orgulho de mim hoje, mas eu não teria o seu orgulho, se eu não tivesse ouvido a eles e lhes falado que estava arrependido. É tão importante reconhecer seus erros é como obter crédito para suas vitórias.

Fonte: Lady Gaga Brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: